ENDEREÇO

Rua Conde de Bernadotte, 26 - Leblon

Rio de Janeiro - RJ, 22430-200

CONTATO

Tel: (21) 2529-7700

contato@teatropetragold.com.br

SIGA-NOS

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

LEOPOLDINA, INDEPENDÊNCIA E MORTE

07 DE MARÇO A 29 DE MARÇO

SÁB E DOM 17H

LEOPOLDINA, INDEPENDÊNCIA E MORTE

A peça retrata uma imperatriz Leopoldina ainda desconhecida por grande parte dos brasileiros: culta e preparada, foi além do papel que lhe cabia em seu tempo histórico.

Primeira mulher a se tornar chefe de Estado do Brasil, teve importância decisiva no processo de independência – foi ela quem reuniu os ministros, em 2 de setembro de 1822, e decidiu pela separação de Portugal, ratificada por D. Pedro I no dia 7 de setembro.

A atriz Sara Antunes (que esteve recentemente na série “Segunda Chamada”, TV Globo) interpreta Leopoldina, dividindo o palco com Plínio Soares no papel de Bonifácio – acompanhados ao vivo pela musicista Ana Eliza Colomar na flauta transversal e no
violoncelo.
Esposa, mãe e também estadista: estes foram os papéis vividos por Leopoldina, casada com Dom Pedro I, numa época em que o lugar da mulher era restrito a funções privadas. Mas sua importância decisiva no processo de independência do país é desconhecida pela maioria dos brasileiros.

Sinopse:

O espetáculo recria três momentos da vida da arquiduquesa austríaca que virou imperatriz do Brasil no século XIX, entre 1817 e 1826: recém-chegada da Áustria, ela relata a uma interlocutora estrangeira suas primeiras impressões sobre o Brasil; num segundo momento, Leopoldina, agora imperatriz, e José Bonifácio, seu principal aliado, analisam o complexo processo de independência após um acerto de contas; e, por fim, num delírio que consumiu seus últimos dias, ela relaciona sua vida, sua época e os projetos em disputa naquele momento com os dias de hoje.

Classificação:

12 anos

Ficha técnica:

Texto, direção e idealização: Marcos Damigo

Codireção: Lucas Brandão

Elenco: Sara Antunes e Plínio Soares

Música ao vivo: flauta e cello por Ana Eliza Colomar 

Colaboração artística: Fabiana Gugli, Tarina Quelho e Joca Andreazza 

Cenário: Renato Bolelli Rebouças
Assistente de cenografia: Amanda Vieira

Figurino: Cássio Brasil 

Assistente de figurinos: Daniela Tocci 

Trilha sonora: Ana Eliza Colomar e Nivaldo Godoy Junior

Desenho de luz: Aline Santini

Assistente de direção: Laura Salerno

Consultor histórico: Paulo Rezzutti 

Artes visuais: Priscila Lopes

Design gráfico: Ramon Ribeiro

Foto divulgação: Victor Iemini, Lorena Zschaber e Maíra Barillo

Vídeo: João F Maciel

Comunicação: Agência Fervo - Priscila Cotta

Produção local RJ: Reprodutora

Produção executiva RJ: Gabriel Bortolini

Coordenador de produção RJ: Luiz Schiavinato Valente

Técnica de luz e projeção RJ: Lara Cunha

Contrarregra e camareira RJ: Sonia Oliveira

Direção de produção: Fernanda Moura

Assistente de produção: Fernanda Ramos

Assessoria administrativa e jurídica: Mariana de Castro

Assistente contábil: Anna Laura 

Contabilidade: Andrade

Associados / assistente contábil: Anna Laura Soeira

Produção e administração: Palimpsesto Produções Artísticas - Fernanda Mour